Tiago Pires

Surfista do Circuito Mundial

Entrevista
- Surfista do Circuito Mundial

Tiago Pires levou o surf português ao mais alto nível, tendo entrado na elite dos melhores do mundo! “Saca”, também assim conhecido, dá entrevista exclusiva à Revista Matriz, falando-nos um pouco sobre a sua experiência e vivências profissionais e do surf, enquanto desporto e negócio em expansão na economia portuguesa.
Quando se fala de surf em Portugal, fala-se em Tiago Pires. Quem é o Tiago, “Saca”, para além do surfista? O que há por de trás da prancha?

Por de trás da minha prancha existe um ser humano que gosta muito de se relacionar com pessoas, especialmente com a minha família e amigos. Gosto muito de arquitetura e design, gastronomia e conhecer cidades e metrópoles pelo mundo fora.
Como se vive dentro de um circuito mundial?
Vive-se numa bolha em que somos quase uma espécie de família nómada que viaja em bando pelo mundo inteiro e sempre juntos. Para além disso, acabamos também por nos fecharmos muito do mundo social que nos rodeia, pois adquirimos rotinas de treino e de descanso que se incompatibilizam com a maior parte das pessoas à nossa volta.
Portugal tem uma costa marítima extensa. Estará a ser bem aproveitada no que respeita à exploração eficiente e sustentável dos recursos?
Penso que pelo menos a mentalidade já se virou para aí. Portugal já percebeu que é riquíssimo em termos de recursos naturais e que consegue tirar um bom proveito se os tratar bem, por isso acredito que daqui em diante a gestão desses ditos recursos como é o caso da nossa costa seja cada vez mais cuidada. O surf é uma prova disso mesmo, um desporto que tem evoluído muito na última década e que já começa a contribuir para o PIB do nosso país!
É preciso alguma perseverança e alguma paciência pois as coisas nem sempre correm como estamos à espera, mas conforme vamos adquirindo experiência também as coisas se vão tornando mais fáceis.
O Tiago tem um negócio local, uma escola de surf na Ericeira. Qual o perfil dos seus alunos?

Temos uma carteira de alunos bem variada, mas sem dúvida que desde que abri a escola a minha vontade foi sempre de trabalhar com as camadas mais jovens. Hoje em dia temos miúdos que já estão connosco há mais de 4 anos e continuam a vir todos os meses do ano. Temos também o cliente turista que muitas vezes vem com a família e acabam por se juntarem todos, o que nos deixa muito orgulhosos do nosso tipo de trabalho.
Quais as competências e motivações que considera essenciais na prática deste desporto?

Ter uma mente aberta e uma capacidade de adaptação bem grande. O surf é um desporto que se pratica no mar e não há uma onda igual à outra. Ao início pode parecer um desporto muito complicado mas não o é. É preciso alguma perseverança e alguma paciência pois as coisas nem sempre correm como estamos à espera, mas conforme vamos adquirindo experiência também as coisas se vão tornando mais fáceis.
Para o Tiago, o que é sucesso?

O sucesso para mim é lograr-mos um objectivo que estipulamos para nós próprios.

Dia Aberto ás Universidades
Dia Aberto às UniversidadesA Fundação Calouste Gulbenkian está de volta com mais um Dia Aberto às Universidades e claro a...
Stand Up Comedy – Fernando Rocha
Stand Up Comedy - Fernando RochaO Núcleo de Estudantes de Administração Pública, no dia 16 de Outubro de 2018 irá...
Sport Challenge
Sport ChallengeE se um único evento conjugar desporto, solidariedade e networking? É verdade, o SportChallenge está de regresso à Universidade...
AAUAv no CERCIAG em movimento

Núcleo de Judo da Universidade de Aveiro esteve a promover a modalidade de Judo no evento que decorreu em Águeda nos dias 21 e 22 de Setembro

footer_final-06
footer-07

univercidade@aauav.pt

Associação Académica da Universidade de Aveiro

Scroll Up