Manifesto da Academia Aveirense

A Direção da Associação Académica da Universidade de Aveiro levou a aprovação no passado dia 28 de setembro, em Assembleia Geral, o documento de trabalho resultante da Comissão de Posicionamento Político para as Autárquicas (CoPPA). Sob a denominação de Manifesto da Academia Aveirense, explanou-se o propósito deste documento e a sua importância no decorrer do processo eleitoral para as Autárquicas 2017.

No entendimento da Comissão o Manifesto da Academia Aveirense explana um projeto integrado de todas as áreas de ação da instituição que resulta na implementação de um espaço no centro da cidade de Aveiro, com extensão às cidades de Águeda e Oliveira de Azeméis, para trabalhar e desenvolver estratégias de aproximação, análise e promoção. Esta é uma visão a 4 anos e que lança o repto para que todos os candidatos se manifestem sobre a posição dos estudantes da Universidade de Aveiro.

CoPPA
A CoPPA, Comissão de Posicionamento Político para as Autárquicas, é uma iniciativa da Direção da Associação Académica da Universidade de Aveiro que pretende colocar à discussão toda a envolvência de caráter político naquilo que vai de encontro ao posicionamento da estrutura da AAUAv e à sua representatividade na Região de Aveiro.
Constituição:
• Xavier Vieira, Presidente da Direção da AAUAv;
• Carlos Neto, Vice-presidente da Política Educativa da AAUAv;
• Gonçalo Rosete, representante dos estudantes eleito em Assembleia Geral;
• João Sousa, representante dos Núcleos de Curso e Associativos sediados em Aveiro eleito em Conselho de Núcleos;
• João Pantaleão, representante dos Núcleos Culturais eleito em Conselho de Núcleos;
• Bruno Cancela, representante dos Núcleos Desportivos eleito em Conselho de Núcleos;
• Jorge Couto, representante do Núcleo Associativo de Estudantes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda;
• Isabel Pessoa, representante do Núcleo Associativo de Estudantes da Escola Superior de Aveiro Norte.
Manifesto
Numa primeira análise, é foco deste Manifesto aproximar os Estudantes da Universidade de Aveiro às respetivas cidades, fazendo com que estes sejam elementos decisórios no planeamento de todo o processo sociocultural das regiões. Num momento em que o fator inovação faz parte do dia-a-dia, é crucial desenvolver novos mecanismos para promover um princípio de reciprocidade no que toca ao desenvolvimento cívico dos estudantes e ao desenvolvimento das regiões. Por último, a promoção e execução são a resposta a todo o trabalho desenvolvido nas fases anteriores.
No desenrolar do Manifesto, é apresentada toda a estrutura do projeto e com exemplos práticos daquilo que seria a sua implementação e o porquê de este responder à afirmação dos estudantes nas cidades de Aveiro, Águeda e Oliveira de Azeméis.

Aproximar, analisar e executar
Ao longo dos vários anos que se tem falado na criação do projeto do Solar Académico, nunca se estruturou uma proposta clara daquilo que poderia vir a ser o seu propósito. Assim, e desta forma, achamos que a sua implementação acabaria por ser o centro de análise perfeito para a discussão de todas as estratégias que fazem parte da Associação Académica.

“O Manifesto da Academia Aveirense é um documento que traduz uma pretensão estratégica no que concerne à ligação entre a Academia e as cidades. Neste sentido a comissão que foi criada para o seu desenvolvimento que representa todas as dimensões na qual a nossa estrutura está dividida.

Permitindo, assim, apresentar como reivindicação um projeto transversal que levará ao melhoramento constante dos serviços providenciados pela AAUAv nos três municípios.”

Xavier Vieira, Presidente da Direção da AAUAv
De entre as valências que este novo centro poderia trazer, é de destacar a possibilidade de alojamento, por curtos períodos de tempo, de equipas desportivas, estudantes internacionais, artistas ou convidados, a realização de variadíssimas atividades como workshops, exposições, peças de teatro, concertos, reuniões, e ainda a promoção de momentos de discussão, de acordo com medidas estratégicas das diferentes áreas de ação, que resultem na tomada de posições por parte dos estudantes face a decisões das autarquias.
Dissipadas as questões legais que se encontravam por resolver é agora altura de passar à próxima fase, dando início ao projeto de especializações e procurando financiamento para a concretização do Solar Académico.
Importante ressalvar também que toda esta discussão só faz sentido se houver abertura por parte das autarquias para encontrar perspetivas de financiamento a este projeto. A par do financiamento, a vertente estratégica e de tomadas de posição têm de ser conclusivas sobre assuntos que envolvam os estudantes e as cidades de Aveiro, Águeda e Oliveira de Azeméis.
Posto isto, e olhando para as áreas de trabalho da AAUAv, é importante criar no Solar Académico, em regime de participação ativa e aberta a todo o ecossistema, a oportunidade de se criarem comissões de análise que proponham soluções para diferentes problemas, tal como funciona em alguns centros de estudo universitários.

Festival Carmina Festana este sábado, 4 de Agosto, no GrETUA
Festival Carmina Festana este sábado, 4 de Agosto, no GrETUACom o Verão a chegar e a subir as temperaturas, aparece...
Candidatura a alojamento universitário para o ano letivo 2018/2019

Os estudantes (do 1º, 2º ciclo, mestrado integrado e TESP) da Universidade de Aveiro que pretendam candidatar-se ou recandidatar-se a alojamento universitário para o ano letivo de 2018/2019 têm de preencher o formulário de candidatura a alojamento a partir do dia 25 de junho.

Candidatura a bolsas de estudo para o ano letivo 2018/2019

Os estudantes (do 1º, 2º ciclo e mestrado integrado) da Universidade de Aveiro que pretendam candidatar-se ou recandidatar-se a bolsa de estudo, para o ano letivo de 2018/19, deverão fazê-lo no período de 25 de junho a 30 de setembro.

Sunset Hackathon 2018: criar produtos em 72 horas

A segunda edição do Sunset Hackathon vai decorrer no Cais Criativo da Costa Nova, em Ílhavo, entre 7 a 9 de setembro. Os participantes são convidados a desenvolver produtos num contexto de colaboração e ambiente informal.

footer_final-06
footer-07

univercidade@aauav.pt

Associação Académica da Universidade de Aveiro

Scroll Up