NATO e UA juntos

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) vai financiar um projeto de investigação do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da UA, visando a restauração de áreas mineiras de extração de urânio e de fosfatos, localizadas em SFax, na Tunísia e em Beni-Mellal, em Marrocos. Para isso, este projeto, que deverá ter início este mês (Fevereiro) e tem 2011 como data prevista de conclusão, conta com o apoio de empresas mineiras tunisinas, marroquinas e portuguesas.
O programa envolve ecotoxicologistas, químicos, microbiólogos e fisiologistas vegetais, que serão liderados por Ruth Pereira e que terão que analisar "comunidades bacterianas, resistentes a metais e radionuclídeos, que vivem em simbiose com as raízes de plantas tolerantes a estes contaminantes."

No entanto, a investigação poderá alargar-se para a exploração das interações entre plantas e bactérias zonas mineiras abandonadas, uma vez que o objectivo-chave é a redução da mobilidade dos contaminantes e a toxicidade dos solos. Assim, os investigadores ambicionam repor alguns dos serviços ecológicos fornecidos pelos ecossistemas afeados através da reflorestação das zonas mineiras.

De ressalvar que este projeto prevê a formação intensiva de jovens investigadores, o que possibilita o acesso e intercâmbio de conhecimentos dos países participantes, promovendo simultaneamente o reforço das relações entre os países da NATO e os países do «Diálogo Mediterrâneo».
Este ano a UA estende a oferta de Cursos de Especialização Tecnológica, uma das vertentes das Novas Oportunidades.
A Escola Superior Aveiro Norte (ESAN), a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA) e o Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro (ISCA-UA) levam às várias localidades do distrito aveirense oportunidades de formação e ensino às pessoas com mais de 23 anos e com o 12° ano completo ou quase.

A maioria dos 27 Cursos de Especialização Tecnológica é ministrada em horário pós-laboral, com início para o próximo dia,2 de Março e prolongam-se por um período de um ano (1500 horas de formação). A frequência do curso tem um custo de 517 euros, que podem ser pagos até seis prestações.
As candidaturas devem ser entregues via Internet, entre 26 de Janeiro e 12 de Fevereiro, ou nas próprias escolas. As matrículas realizam-se entre 20 e 27 de Fevereiro.

Nato e Ua juntos
Campus Solidário – Universidade de Aveiro

Clica para ler o artigo completo!

Resultados Eleições Órgãos Sociais AAUAv

Acompanha em tempo real todos os resultados das eleições para os Órgãos Sociais da Associação Académica da Universidade de Aveiro.

Plantar o Futuro – A Tua Árvore

Clica para ler o artigo completo!

Orçamento Participativo Jovem Portugal

Clica para saber mais.

footer_final-06
footer-07

univercidade@aauav.pt

Associação Académica da Universidade de Aveiro

Scroll Up