PARABÉNS UNIVERSIDADE DE AVEIRO!

A Universidade de Aveiro celebrou ontem, 15 de Dezembro, o seu 44º aniversário, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, na atribuição do título de Doutora Honoris Causa a Olga Roriz, renomada bailarina e coreógrafa portuguesa, e ainda com a entrega de prémios aos vários alunos das várias licenciaturas e mestrados integrados da UA que terminaram o seu percurso com resultados excelentes.
O relógio marcava as 11h da manhã quando o Presidente da República chegou à Reitoria da Universidade, justificando assim todo o burburinho e aparato que se vivia ontem de manhã na UA. Chegou sorridente e logo foi para o meio de um grupo de crianças que o esperavam nas escadas do átrio da Reitoria. A seu lado estava o Magnífico Reitor da Universidade de Aveiro, o Professor Doutor Manuel de Assunção, que o acompanhou durante todo o percurso.
Após algumas interações no átrio, o Presidente da República e o Senhor Reitor entraram no Grande Auditório da Reitoria, ao som de um coro, num percurso ladeado por vários Professores Doutorados da UA, seguindo-se depois um cortejo dos restantes Professores Doutorados.
Durante a cerimónia, o Senhor Reitor enfatizou o facto de 2017 ter sido um ano de vitórias nas frentes de investigação e cooperação, assim como explicou o porquê de o slogan da Universidade ter sido atualizado para “Um campus que sente”: “Razão, dimensão social, emoção são facetas indispensáveis na vida de cada indivíduo. Por isso, decidimos que o 44.° aniversário enfatizasse essa componente da emoção; e daí advém o mote para um Campus que Sente que é o pano de fundo desta sessão comemorativa.”.
Já Olga Roriz, Doutora Honoris Causa, agradeceu a todos os que acompanharam ao longo do seu percurso, assim como referiu a responsabilidade futura do seu trabalho após a distinção: “Assim, espero não dececionar esta Universidade com o meu desempenho futuro”.
Quem também teve a palavra foi Xavier Vieira, Presidente da Direção da Associação Académica da Universidade de Aveiro. Xavier salientou a participação ativa da UA na construção de um futuro para Portugal, não esquecendo aqueles que todos os dias trabalham para fazer da UA uma instituição de destaque: “A concretização de uma missão nobre como esta, apenas é possível, através da dedicação de todos: estudantes, docentes, investigadores, pessoal técnico, administrativo e de gestão, e das empresas que acreditam no desafio que a UA coloca todos os dias na transmissão de conhecimento.
Os estudantes são a génese de qualquer Instituição de Ensino Superior e nós unimo- nos há 39 anos, para juntos construirmos uma Universidade de referência através da Associação Académica.” Alertou ainda para a efemeridade deste êxito caso as lideranças futuras continuem a assitir “sistematicamente aos erros do passado”, referindo que o Relatório ““Estado da Educação 2016” permite constatar que estamos perante o valor mais baixo desde 2012.
E esta visão representa políticas que poderão originar um desequilíbrio no desenvolvimento de Portugal a médio-longo prazo.”.
Lembra que o Ensino Superior não é apenas um formador de profissionais, mas também de cidadãos, pelo que o constante desinvestimento na educação tem de terminar, sob o risco de “perdermos a capacidade de discutir Portugal”. Termina com uma posição de irreverência, pedindo que se corram riscos que levem a UA o mais longe possivel de forma a que “queiramos afirmar a UA como a melhor do país, queiramos afirmar a UA como um campus que sente”.
O Presidente da República deixou também algumas palavras que caraterizam de forma perfeita a nossa jovem mais sábia universidade: “Magnífica idade, porque já se sabe praticamente tudo, tem-se experiência, mas é-se jovem. E é o que acontece com esta universidade, tem experiência, tem obra, tem relações internacionais, tem ligação ao tecido empresarial, tem renovação em termos geracionais, tem uma forma de organização e de funcionamento e um estilo diferente de todas as outras, mas ao mesmo tempo com essa experiência não envelheceu. E porque não envelheceu, estes 44 anos prometem mais 44, mais 44, mais 44. Muitos parabéns, muito obrigado por aquilo que têm feito por Portugal.”
Parabéns Universidade de Aveiro!
footer_final-06
footer-07

univercidade@aauav.pt

Associação Académica da Universidade de Aveiro

Scroll Up